Qual o Valor do Salário Mínimo?


Salário Mínimo Nacional
R$ 724,00
Em vigor desde 01/01/2014, conforme Decreto 8.166 de 23/12/2013, publicado no DOU em 24/12/2013

Salários Mínimos Regionais

Lei 18.059/2014. Efeitos a partir de 1º de maio de 2014.
Fixa o valor do salario minimo, a partir de 1º de maio de 2014, valores do piso salarial no Estado do Paraná e sua política de valorização.
Lei 6.702/2014. Efeitos a partir de 1º de janeiro de 2014.
Institui o salario minimo para o Estado do Rio de Janeiro para as categorias profissionais que menciona e estabelece outras providências.
O salario minimo do Rio Grande do Sul é fixado por faixas:
R$ 868,00 (domésticos, agricultura, pecuária, indústria extrativa e da construção);
R$ 887,98 (vestuário, calçados, confecção, indústria do papel e operadores de telemarketing);
R$ 908,12 (indústria farmecêutica e de alimentação, empregados do comércio);
R$ 943,98 (marinheiros, vigilantes, trabalhadores da indústria de jóias e vidros);
R$ 1.100,00 (técnicos de nível médio).
O salario minimo de Santa Catarina é regulado por faixas conforme a categoria profissional:
R$ 835 (domésticos, motociclistas, motoboys e empregados do transporte em geral, excetuando-se motoristas empregados na agricultura e pecuária, indústrias extrativas e beneficiamento, de pesca e aquicultura, da construção civil, de instrumentos musicais e brinquedos e estabelecimentos hípicos);
R$ 867 (indústrias de vestuário e calçado, de fiação e tecelagem, de artefatos de couro, de
papel, papelão e cortiça, empresas distribuidoras e vendedoras de jornais e revistas, empregados em estabelecimentos de serviços de saúde, em empresas de comunicações e telemarketing e indústrias do mobiliário);
R$ 912 (empregados no comércio em geral, indústrias químicas e farmacêuticas, cinematográficas e da alimentação);
R$ 957 (indústrias metalúrgicas, mecânicas e de material elétrico, gráficas, de vidros, cristais, espelhos, cerâmica de louça e porcelana, de artefatos de borracha, empresas de seguros privados e capitalização e agentes autônomos de seguros privados e de crédito, empregados em edifícios e condomínios residenciais e comerciais, em turismo e hospitalidade, indústrias de joalheria e lapidação, auxiliares em administração escolar, empregados de estabelecimentos de ensino, de cultura, de processamento de dados e motoristas do transporte em geral).
O salário mínimo de São Paulo é regulado em duas faixas de categorias:
R$ 810 (domésticos, agropecuários, ascensoristas, motoboys)
R$ 820 (operadores de máquinas, carteiros, cabeleireiros, trabalhadores de tursimo, telemarketing).